Espirometria

O que é e como é feito?

Indicações e Contraindicações

Porque a SpiroLab é diferente?

Orientações para o exame

O que é e como é feito

Também chamada de prova de função pulmonar, uma espirometria mede a quantidade de ar que você pode inspirar e expirar, bem como a velocidade com que você é capaz de expirar. Isto permite o diagnóstico e a avaliação da gravidade de alguns distúrbios ventilatórios. Comumente, o teste também compreende uma segunda etapa, na qual se utiliza um medicamento inalatório capaz de “abrir os brônquios” (broncodilatador). Repetido o exame, o médico pode comparar os resultados “antes e depois” para ver “se” e “quanto” sua performance melhorou. Incrementos significativos de função pulmonar após uso de broncodilatador podem sugerir o diagnóstico de asma brônquica.

Para realizá-lo, você executará algumas manobras ventilatórias em um aparelho chamado espirômetro, segundo as orientações de um técnico capacitado. Posteriormente, um médico pneumologista fará a interpretação dos dados obtidos para redigir seu laudo.

  • Check up respiratório
  • Tabagistas acima de 40 anos, exame anual
  • Investigação de sintomas respiratórios, como falta de ar, cansaço aos esforços, tosse, chiado no peito e infecções respiratórias recorrentes, bem como anormalidades identificadas no exame físico, na radiografia ou tomografia do tórax.
  • Quantificar a gravidade de uma doença respiratória já diagnosticada
  • Diagnóstico e acompanhamento de asma brônquica
  • Diagnóstico e acompanhamento de DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica)
  • Diagnóstico, estratificação e monitoramento das doenças pulmonares intersticiais
  • Diagnóstico, estratificação e monitoramento das doenças neuromusculares
  • Avaliação pré-operatória das cirurgias torácicas e de algumas cirurgias gerais (cirurgias de grande porte, como a bariátrica)
  • Avaliar os efeitos de uma exposição ocupacional de risco
  • Avaliação de incapacidade para o trabalho
  • Portadores de hipertensão arterial sistêmica não-controlada
  • Portadores de doença arterial coronariana instável (infarto agudo do miocárdio, angioplastia ou cirurgia de revascularização miocárdica nos últimos 3 meses)
  • Portadores de aneurisma de aorta torácica
  • Histórico de descolamento de retina

Por que a Spirolab é diferente?

  • Temos obsessão pela qualidade: uma espirometria bem-feita não poder ser rápida; duvide de exames cuja execução demore menos do que 30 minutos.
  • Possuímos uma equipe técnica treinada para obter a melhor qualidade de exame possível, respeitando o tempo e as necessidades de cada paciente.
  • Utilizamos o equipamento Koko Digidoser, o mais confiável e robusto espirômetro, mundialmente reconhecido por sua acurácia. Todo o sistema de diagnóstico é submetido a calibrações periódicas por laboratório especializado.
  • Usamos técnicas assépticas, incluindo bocal e filtro descartáveis.
  • Realizamos a medida da Capacidade Vital Lenta (CVL) em todos os testes, o que aumenta sobremaneira a sensibilidade para o diagnóstico das doenças pulmonares obstrutivas*, bem como reduz a ocorrência dos distúrbios ventilatórios inespecíficos, o que, por sua vez, evita exames adicionais desnecessários ao paciente.

*Referência: J Bras Pneumol 2013;39(3):317-322

  • Realizamos comparações evolutivas com exames precedentes, incluindo cálculos de perda ou ganho funcional absolutos e relativos, bem como a estimativa da variação anual – uma ferramenta útil e exclusiva da Spirolab.
  • Sugerimos exames complementares adicionais ao profissional não-especialista, quando necessários para o esclarecimento de uma determinada alteração funcional.
  • Cada laudo é meticulosamente revisto por dois pneumologistas experientes e atualizados.
  • Seu laudo é gravado em formato PDF e enviado por e-mail: você não precisa buscar o resultado em outro dia, nem acumular papeis na gaveta.

Orientações para o exame:

  • Não usar bombinhas ou realizar nebulizações (Berotec, Aerolin, Atrovent,…) 12 horas antes do exame. Caso o uso tenha sido necessário, avise o técnico antes do exame.
  • Os outros medicamentos, inclusive aqueles inalatórios prescritos para o controle da sua doença pulmonar, (Onbrize, Striverdi, Relvar, Foraseq, Symbicort, Alenia, Seretide, Fostair, Lugano, Seebri, Spiriva, Ultibro, Anoro,…) podem e devem ser usados normalmente.
  • Caso já tenha feito este exame na nossa clínica, tente agendá-lo em horário semelhante, porque a hora do dia e o tempo decorrido desde o uso das medicações inalatórias interfere nos resultados obtidos.
  • Não fumar, beber ou usar substâncias ilícitas no dia do exame.
  • Não venha em jejum. Alimente-se adequadamente, mas evite refeições volumosas, energéticos, café, chá preto, refrigerantes tipo Coca-Cola e chocolate no dia do exame. Só poderá tomar café se for descafeinado.
  • Retirar o esmalte dos dedos das mãos.
  • Se utilizar oxigênio domiciliar, trazê-lo durante o exame.
  • Chegar com antecedência de 20 minutos do horário agendado devido ao repouso necessário antes do teste.
  • Trazer cópias das espirometrias realizadas previamente para comparação dos resultados.

Códigos CBHPM/TUSS para sua autorização e execução:

  • 40105075 – Prova de função pulmonar completa (Espirometria com broncodilatador)
  • 41401514 – Oximetria não invasiva